banner
Clique aqui e assine edificar

Número de mulheres empregadas nas MPEs da PB  aumenta, mas diferença salarial em relação aos homens também Imagem grátis Pixabay

Número de mulheres empregadas nas MPEs da PB aumenta, mas diferença salarial em relação aos homens também

Apesar do aumento de 93% no número de mulheres empregadas nas MPEs, a diferença salarial teve um aumento de 42,5%

Postado em por edificar

Indicadores

O número de mulheres empregadas  nas micro e pequenas empresas paraibanas teve um aumento de 93%, passando de 37.446 para 72.277 entre 2006 e 2016, de acordo com o Anuário do Trabalho nos Pequenos Negócios, elaborado pelo Sebrae, a partir de informações do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Econômicos (Dieese).
De acordo com o mesmo estudo, o número de empregados homens nas micro e pequenas empresas também teve um aumento, porém de 67%, passando de 70.451 para 118.177, o que mostra que mesmo assim os trabalhadores do sexo masculino ainda são maioria nas micro e pequenas empresas. 
Um outro dado trazido pela pesquisa é que ainda há uma diferença entre a remuneração média dos empregados nas micro e pequenas empresas paraibanas de acordo com o sexo. Em 2006, um empregado homem recebia em média R$ 1050, enquanto que uma empregada mulher recebia R$ 970; já em 2016, essa diferença ficou ainda maior: enquanto que os homens recebiam em média R$ 1417, as mulheres recebiam R$ 1303. A diferença, portanto, passou de R$ 80 para R$ 114, ou seja, um aumento de 42,5%. 
O estudo mostra também que, dessas mulheres, a maioria (72,4%) possui ensino médio completo ou superior incompleto. Outras 14,2% do total possuem superior completo e 9,4% têm fundamental completo ou médio incompleto. Apenas 3,9% possuem fundamental incompleto e 0,1% são analfabetas.
Empregadores - Na Paraíba, os homens ainda são maioria quando se trata de empregadores e por conta própria: eles respondem por 71,6% do total, enquanto as mulheres são apenas 28,4%. No Brasil, esses números são de respectivamente 67,4% e 32,6%. Embora tenha havido uma mudança considerável a nível nacional, já que o número de homens passou de 72,4% para 67,4%, o mesmo não se pode dizer da Paraíba, que passou de 71,9% para 71,6%, ou seja, uma diferença de apenas 0,3%. 
Outros dados - Micro e pequenas empresas, de acordo com o levantamento, são 99,2% (75.887) do total de empresas na Paraíba, ficando apenas 0,8% sendo de grandes e médias empresas (650). O estudo também mostrou que, no estado, os pequenos negócios continuavam, em 2016, com uma distribuição de 33% na capital e 67% no interior, da mesma forma como era em 2006.