banner
Clique aqui e assine edificar

Hardman Hotel começa a receber turistas  argentinos no segundo semestre Manuelina Hardman, Ruth Avelino e Mônica Barros

Hardman Hotel começa a receber turistas argentinos no segundo semestre

A equipe comercial participou de capacitações e treinamentos com as principais operadoras de turismo da Argentina

Postado em por edificar

Notícias

O Hardman Praia Hotel já está preparado para reforçar o sotaque espanhol no segundo semestre deste ano, quando começa a ser operado o primeiro voo internacional na Paraíba, que será operado pela Gol Linhas Inteligentes a partir do dia 1º de julho, entre João Pessoa e Buenos Aires. Na quarta-feira passada, dia 14, o governador Ricardo Coutinho lançou o voo na Embaixada do Brasil na capital argentina, com a presença de autoridades argentinas e profissionais do turismo local e paraibano.

De acordo com a diretoria do Hardman, desde segunda-feira (12) a equipe comercial está participando de uma série de capacitações e treinamentos com as principais operadoras de turismo da Argentina, entre elas a All Seasons, Journeys, Consult House, Infinitas Blue, Tourmed e Top Dest, divulgando a infraestrutura do hotel, que passou por um amplo processo de reforma de suas instalações, criando novos ambientes e ampliando os serviços oferecidos.

Essa ação, segundo a diretoria, é de fundamental importância para que sejam passados aos agentes e operadores argentinos os diferenciais oferecidos. A previsão de sucesso do voo é a melhor possível, segundo o Hardman, tendo em vista já terem sido fechadas algumas reservas e estão em andamento várias propostas de grupos para o segundo semestre.

 Na opinião da diretoria, o Governo da Paraíba acertou em negociar com a Gol o fechamento do voo regular para João Pessoa, pois “não existe turistas sem voos” e o mercado de São Paulo, considerado o maior mercado emissor de turistas para o Nordeste, pode incrementar ainda mais o fluxo de visitantes no estado. “Essa ação é um divisor de águas para o turismo paraibano, já que a cadeia produtiva passa a funcionar agora em nível internacional”.