banner
Clique aqui e assine edificar

Governador faz balanço de 2016 e fala de investimentos para 2017 Foto: Bárbara Wanderley

Governador faz balanço de 2016 e fala de investimentos para 2017

Ricardo Coutinho concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (20)

Postado em por edificar

Eventos

Por Bárbara Wanderley

O ano que vem deve ser ainda mais difícil do que este, do ponto de vista econômico. É nisso que acredita o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, que concedeu entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (20), na qual fez um balanço dos investimentos feitos pelo governo do estado ao longo de 2016. Segundo ele, será preciso continuar fazendo cortes no orçamento, o funcionalismo provavelmente não terá aumento salarial, e nem serão abertos novos concursos públicos, mas os investimentos em saúde e educação continuarão ocorrendo.

“Nós vamos ter que reduzir a máquina mais do que já reduzimos, para poder manter os serviços essenciais funcionando, e para poder manter a segurança fazendo investimentos maiores. Eu vou ter que aumentar os investimentos em educação e em saúde, e aí entra o hospital de oncologia. Também estamos concluindo o hospital regional de Picuí, retomando as obras do hospital de Caçimba de Dentro, e fazendo o hospital metropolitano de Santa Rita”, enumerou o governador.

“As medidas que tomamos às vezes são incompreendidas, mas precisam ser tomadas para que todos possam sobreviver e seguir adiante. Eu não posso governar pensando só na folha de pagamento. A folha representa 3% da população e eu preciso governar pensando em 100% da população”, completou.

O governador acredita que foi uma crise política que gerou a crise econômica, e que nos últimos meses foi gerada também uma crise institucional. “Isso afeta o nosso estado, mas ao mesmo tempo chegamos ao final do ano com um leque importantíssimo de entrega de obras, e mantendo os serviços funcionando. Pelo país afora tem hospitais e UPA fechando, não há inauguração de novas escolas, enquanto aqui construímos mais de 2 mil salas de aula”.

Na ocasião, o governo também anunciou o pacote de obras natalino, que serão as últimas entregas do ano. O viaduto do Geisel (R$ 38,9 milhões)será entregue nesta terça-feira à noite com show de Chico César; na quarta serão entregues a pavimentação da Avenida João Suassuna, em Campina Grande (R$ 2,2 milhões), e a Adutora de Serra Redonda; e na quinta será entregue a reforma do Teatro Santa Roza (R$ 4,4 milhões).

Veja os principais números do balanço:

- 132 obras de pavimentação e restauração entregues, ou em andamento, em um total de 2.016 km, com investimento de R$ 1,2 bilhão

- A Paraíba é o 3º estado que mais conseguiu reduzir o número de homicídios no Brasil em 2017. Apenas sete estados apresentaram redução.

- A área da saúde recebeu R$ 21,7 milhões em infraestrutura e equipamentos

- Houve investimento de mais de R$ 135 milhões para os recursos hídricos, incluindo a reconstrução da Barragem de Camará, e construção de adutoras, entre outros serviços

- Foram construídas 12 escolas, e outras 12 passaram por reforma e/ou ampliação. Ainda há 10 escolas em construção e 45 passando por reforma e/ou ampliação

- Paraíba apresentou superávit financeiro de R$ 302 milhões no 1º semestre, uma alta de 28,79% em relação ao mesmo período do ano passado