banner
Clique aqui e assine edificar

Conde lança nesta quinta-feira o Inventário Cultural do Município Foto: Divulgação/Secomd

Conde lança nesta quinta-feira o Inventário Cultural do Município

solenidade será realizada no Centro de Criatividade Cultural Professor Iveraldo Lucena a partir das 17h

Postado em por edificar

Notícias

A Prefeitura Municipal de Conde, através da Coordenadoria de Cultura lança nesta quinta-feira, dia 15 de março, o Inventário Cultural do município, com o intuito de identificar e categorizar os agentes e expressões culturais da cidade. A solenidade será realizada no Centro de Criatividade Cultural Professor Iveraldo Lucena (Núcleo de Cultura) a partir das 17h.

A proposta do inventário faz parte da meta 3 do Plano Nacional de Cultura e tem como objetivo principal, registrar e reunir em um inventário os agentes e bens culturais existentes no território e que a partir desta coleta de dados, sejam formuladas políticas culturais, possibilitando a visibilidade da cultura local, além de dar início ao processo de institucionalização da cultura, com a mobilização do segmento para a formação de um Conselho Municipal de Cultura.

O Coordenador de Cultura, Marcos Mituaçu destacou que um grupo já deu início a alguns registros em diversas localidades do município e a partir do lançamento do inventário, haverá uma efetiva atuação na busca, identificação e valorização das referências culturais de Conde.

“Já começamos a registrar alguns artistas e expressões culturais, mas de toda forma, ao lançar oficialmente o Inventário Cultural do município de Conde, estaremos dando continuidade a este trabalho, num momento onde estaremos reunindo todas as lideranças e representações do setor cultural”, disse.

Marcos reforçou que “no dia do inventário, além de reunir algumas expressões artísticas do município, vamos contar com uma palestra importante com representes do Iphan-PB, cuja metodologia de inventários é aplicada em todo o território brasileiro, então vamos adotar essa metodologia no município em parceria com os pesquisadores da Universidade Federal da paraíba (UFPB) e mapear a diversidade cultural e territorial de Conde”, afirmou.

Rejane Nóbrega, assessora cultural do município e responsável pelo planejamento estratégico da cultura em Conde, revelou que essa também é uma forma de estimular que as próprias comunidades possam buscar, identificar e valorizar suas referências culturais, alinhada à preservação do patrimônio cultural, com valores de cidadania, participação social e qualidade de vida.

“Você identificar no território algum agente cultural, um artesão, um benzedor, um contador de história, uma dançarina de coco e esse agente por sua vez, identificar outros agentes e expressões da sua localidade é muito enriquecedor e importante para o nosso município. Dessa forma, estaremos também contribuindo para o Mapa da Cultura, não só no estado da paraíba, como em nível nacional, pois, iremos cumprir a Meta 3 do Plano nacional de Cultura, que estabelece a realização da Cartografia da Diversidade Cultural brasileira”, destacou.

Além das visitas que serão realizadas nas comunidades, para catalogação das expressões culturais, os agentes culturais podem ir até o Núcleo de Cultura, onde poderão cadastrar suas expressões culturais e ser inserido no Inventário Cultural de Conde.

Fonte: Secomd